Força Tática de Cáceres estoura boca de fumo e prende foragido da Justiça, após briga de casal.




 FORÇA TÁTICA DE CÁCERES ESTOURA BOCA DE FUMO E PRENDE FORAGIDO DA JUSTIÇA APÓS BRIGA DE CASAL


  A mulher também foi conduzida, sendo que também foi recuperado um  colete à prova de balas roubado  de uma empresa de segurança, durante invasão da Serra do Ouro, em P. Lacerda

Foto: R.S.W.A./ ed F.A.
                                                                                                                                                                                                    

 Publicidade;

 Valorize seu imóvel com beleza, sofisticação e qualidade.




Produtos Blindex é na Porto Vidros, que entende do assunto e disponibiliza mão de obra especializada, com preço justo.


 Solicite um orçamento sem compromisso

                                                                                                                                                                                                    
 A ação policial ocorreu por volta das 19 horas, desta sexta-feira, 08, de Junho, quando Policiais Militares do Pelotão de Força Tática do 6º BPM de Cáceres receberam a informação de que na Rua Riachuelo, bairro Cavalhada,  havia uma mulher gritando por socorro, aparentemente sendo agredida pelo marido.

Imediatamente os militares se deslocaram para o local para salvar a vítima e aprender um agressor, porém ocorrência evolui, e os dois acabaram em cana,  por ser encontrados  na residência várias  porções de drogas apetrechos para embalar papelotes, e ainda um colete balístico roubado de uma empresa de segurança no garimpo de Serra do Ouro, e ainda pelo marido ser foragido da Justiça.




 Entenda o caso


 Ao chegarem a referida residência os policiais foram atendidos pelo casal, que relatou que havia lido apenas uma discussão entre o ambos, não havendo nenhuma agressão, demonstrando aparente calma, dando a entender que a vida era bela e que tudo já estava normal, em harmonia quase de amor.


 Os militares realizaram a busca pessoal no marido e posteriormente solicitaram checagem junto ao banco de dados de Segurança Pública.

 Através da checagem foi constatado que havia um mandado de prisão em aberto contra o mesmo, identificado como Diego Henrique C.S., de 31 anos, que possui passagem pelo artigo 121, por homicídio no Estado do Espírito Santo.

 Em continuidade aos trabalhos os policiais solicitaram e realizaram buscas no interior da residência, sendo autorizada pelos casal, onde no quarto do casal foram encontrados um papelote de substância análoga pasta base de cocaína, uma sacola contendo um pó branco ainda não identificado e ainda uma capa colete com placa balística 

Foto: R.S.W.A./ ed F.A.


 No quintal da residência os militares localizaram  um guarda-roupa velho, que no seu interior continha uma balança de precisão, uma cuia e vários apetrechos para preparo de papelotes de entorpecentes.

 Também foram apreendidos duas porções medidas substancia  esbranquiçada parecendo ser entorpecente, dois tabletes de maconha, duas trouxinhas de maconha 8 papelotes de pasta base de cocaína e ainda R$ 2,10 ( dois Reais de dez centavos), além de uma moeda de 5 Bolivianos.



 Os materiais apreendidos passarão por perícia para constatar se realmente são substâncias entorpecentes.

O colete balístico foi confirmado ser de propriedade da empresa de segurança Assunforte, produto de roubo, ocorrido a cerca de dois anos.

   O telefone os militares entraram em contato com representantes da referida empresa, que  enviaram a nota fiscal, comprovando a propriedade do material e relataram que o mesmo foi roubado durante invasão da Serra da Borda, conhecida também como "Serra do Ouro" na região do garimpo irregular em Pontes e Lacerda.


 Pelo fato do casal ter dois filhos menores de idade, sendo um de 8 e outro de apenas i ano de idade os militares solicitaram a presença  de Conselheiros Tutelares, que se fizeram presentes acompanhando a mãe  E. E B.L. e 31 anos, resguardando assim os direitos das crianças. 


  A ocorrência fui registrada na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Cáceres, onde os suspeitos com o material apreendido foram conduzidos.

Comentários