Inconformado com separação suspeito ateia fogo em lençóis invade residência e agride ex-mulher


 INCONFORMADO COM SEPARAÇÃO INDIVÍDUO ATEIA  EM LENÇÓIS INVADE RESIDÊNCIA E AGRIDE EX MULHER


 O casal está separado há três meses e um pouco antes da agressão o suspeito já havia sido expulso da casa após tentar reatar com a mulher.


ilustração

 Agressão ocorreu na noite desta quarta-feira dia 25, na cidade de Lambari D´oeste, cidade distante a cerca de 330 km a Oeste da capital Cuiabá, motivada  pelo inconformismo do marido 


  O atrito conjugal se iniciou por volta das 22:10 hs, quando a vítima J.V.P. de 23 anos, entrou em contato via 190 solicitando a presença da Polícia Militar, devido ter entrado em atrito com seu ex-marido C.N.S. de 30 anos.

 Os Policiais se deslocaram até a residência da vítima,  onde a mesma informou que está separada há 3 meses do suspeito  e que por volta das 22 horas o mesmo esteve em sua residência tentando reatar o relacionamento conjugal.

 Diante da negativa da mulher  em refazer o casamento o suspeito ficou bastante exaltado pegando alguns lençóis e jogando no piso da varanda dos fundos, em seguida ateou fogo,  se evadindo do local deixando suas malas com pertences para trás.

 A mulher pegou as bolsas com os objetos do ex-marido e colocou na calçada da casa, relatando ainda queria  solicitar medida protetiva para manter o ex-amor longe de sua casa, devido o mesmo ser muito agressivo.

 Os militares realizaram diligências porém não conseguiram encontrar o indivíduo, que tomou rumo ignorado.


 A equipe da Polícia Militar  continuava realizando diligências quando por volta da meia-noite e meia ( 00:30 hs), desta quinta-feira 26,  os policiais se depararam com a vítima que apresentava o inchaço no lábio superior, reclamando de ter sido agredida pelo ex-marido.


 Segundo a vítima  o suspeito teria arrombando uma janela  e invadindo a residência, desferindo um soco no rosto da mesma.

 Posteriormente eu suspeito evadiu se novamente, tomando rumo ignorado, sendo que até a manhã desta quinta feira o mesmo ainda não havia sido localizado.

 O fato com a registrada na Delegacia de Polícia Civil de Rio Branco, onde outras providências foram tomadas.

Comentários