Bandidos invadem chácara, sequestram família e capotam picape na fronteira


 BANDIDOS INVADEM CHÁCARA, SEQUESTRAM FAMÍLIA E CAPOTAM PICAPE NA FRONTEIRA

A família ficou mais de 5 hs amarrada dentro de um canavial sendo vigiada por um Boliviano, as margens da BR-174, próximo a Glória D´oeste.


Ilustração WEB

Na manhã desta quarta-feira, 8 , por volta das 09:15, Policiais Militares de Mirassol D´oeste foram acionados via 190, por um comunicante que relatou o roubo a uma chácara, onde  os moradores dois homens e uma mulher foram sequestrados.



 Familiares difundiram em redes sociais as fotos e pediam ajuda para localizarem as vítimas. Não replicaremos as fotos para preservar as vítimas que passaram por muito sofrimento e não merecem ter suas imagens expostas, uma vez que encontran-se em casa e fisicamente ilesas.

Foto: Rede Social
Os criminosos roubaram um veículo Saveiro de cor branca com placas QBU-8082, e vários objetos, aparelhos eletrodomésticos e eletrônicos da casa.

 O fato foi repassado de imediato a Base do Grupamento Especial de Fronteira (Gefron), que iniciou os trabalhos de diligência , obtendo a informação que um veículo0 com as mesmas características, que havia seguido pela rodovia MT-265, poucos minutos antes da comunicação do crime.



Diante das informações recebidas, as guarnições do Gefron deram continuidades nas diligências pela  MT-265, estrada de CasalVasco, sentido Bolívia.



A imagem pode conter: atividades ao ar livre e texto
Foto: GEFRON- Facebook
Durante as diligências, e conforme as informações preliminares o veículo roubado acabou capotando quando seguia em alta velocidade sentido Bolívia, perto da faz Morro Branco, onde um criminoso ficou gravemente ferido.

 Outro criminoso acompanhava o carro e estava em um a motocicleta Honda Bros de cor Branca,  placa- QBZ-0029, que foi checada e constatado que era produto de roubo, ocorrido no dia 29 de abril, no Distrito de Aparecida Bela, quando uma propriedade rural foi invadida por criminosos.

 Já em Mirassol D´oeste  as equipes do 17º  BPM passaram a realizar os trabalhos de diligências,  indo a casa das vítimas, onde familiares estavam apreensivos e sem saber do paradeiro dos entes queridos.
Foto: R.S.W.A.
Foram realizadas buscas nas estradas rurais, onde a suspeita que as vítimas estivessem sido deixadas amarradas em meio ao mato.



Vários policiais Militares, até mesmo da parte administrativa foram empenhados em tentarem encontrar as vítimas e assim amenizar o sofrimento de toda a família.



 Vídeo do momento em que o local de mato, era vistoriado em busca das vítimas

                                        

 Por volta das 12:45, quando familiares se encontravam na Sede do 17º BPM, uma das vítimas conseguiu entrar em contato com um destes familiares, e informou que estavam todos bem, sendo que foram deixados amarrados a beira da rodovia –BR-174, próximo a Glória D´oeste.


 Um morador da região encontrou as vitimas, ainda em estado de choque , mas sem lesões e utilizou o seu aparelho celular para dar as informações de onde estavam. 

 Parentes e uma Viatura da PM de Mirassol D´oeste se deslocaram ao local para resgatar as vítimas.


 As vítimas relataram que um Boliviano permaneceu com eles até aproximadamente meio dia e meio, para que eles não fugissem e assim pudesse dar tempo para os comparsas atravessarem o carro pra Bolívia.



 As vítimas foram resgatadas debilitadas e ainda com estado emocional bastante abalados, por terem suas fidas colocadas em extremos disco .

 Até o momento são estas as informações, como identificações dos criminosos e das vítimas serão postadas assim que a gu Retornar das diligências de resgate das vítimas.


O Suspeito ferido foi encaminhado para o atendimento médico, o outro foi conduzido para a Defron, O veículo ficou com muitas avarias e os eletrodomésticos e eletrônios  ficaram destruídos durante o capotamento, segundo as primeiras informações recebidas.

O caso será investigado pelas DPs de Mirassol D´oeste e Defron.

 Ainda não temos os nomes das vítimas e nem dos suspeitos, pois  as equipes ainda  realizam os trabalhos para finalização da ocorrência.

Comentários