PMs de Mato Grosso e Goiás interceptam aeronave com carregamento de ouro


 PMs DE MATO GROSSO E GOIÁS INTERCEPTAM AERONAVE COM CARREGAMENTO DE OURO 

Policiais Militares de MT receberam a informação de um avião que iria pousar no Estado vizinho e acionaram a PM local, que  apreendeu o avião durante o reabastecimento
Foto: Ass PMMT


 Policiais Militares da cidade de Barra do Garças-MT e de Aragarças-GO realizaram a apreensão de um carregamento de 16,6 kg em barras de ouro avaliadas em 2,8 milhões de Reais.


 A apreensão ocorreu no aeroporto da cidade de Aragarças no momento em que o avião pousou para fazer o reabastecimento de combustível,  sendo que um suspeito foi presos pela polícia.


 A ação das polícias ocorreu  na manhã desta terça-feira dia 28 após os Policiais Militares de Barra do Garças Mato Grosso receberam a informação de que um avião pousaria para reabastecimento de combustível no aeroporto da cidade de Aragarças.


 A informação ainda dizia que o avião transportava uma carga irregular, não especificando o tipo de  material transportado.


 O fato foi repassado aos Policiais Militares da cidade vizinha a Barra do Garças, que realizaram a espera e a apreensão da aeronave.


 Segundo informações do Tenente Agnelo Silvestre de Oliveira Júnior, os Policiais Militares de Goiás aguardaram a chegada da aeronave que iria pousar para fazer o reabastecimento e realizaram a abordagem,  onde foi constatado que se tratava de um carregamento de mais de 16 kg de ouro.
O suspeito foi conduzindo à Delegacia da Polícia Federal de Barra do Garças
Foto: Ass PMMT
 Aeronave era pilotada por W.D.M. de 35 anos, que disse que presta serviços a uma empresa proprietária do avião,  modelo Neiva- EMB-711ST , PTRRB.
Foto: Ass PMMT

 Segundo informações do piloto, a aeronave decolou da cidade de Novo Progresso, no Estado do Pará e seguia com destino a cidade de São José do Rio Preto, interior de São Paulo.


 Além dos 16,6 quilos de ouro, avaliados em aproximadamente R$ 2,800.000,00,   ainda foram apreendidos R$ 4.700,00 Reais em espécie.


 O Piloto foi conduzido juntamente com a carga apreendida para Delegacia  de Polícia Federal da cidade de Barra do Garças, onde poderá responder pelo crime de usurpação mineral, prevista no artigo segundo da lei nº 8.176/91.

Comentários