Agronegócios


 POLÍCIA CIVIL PRENDE CASAL SUSPEITO DE MATAR CRUELMENTE A  NORA, DEIXANDO NETA DE APENAS 3 MESES AO LADO DO CORPO DA MÃE, EM P. DO LESTE. 

Imagens de uma câmera registraram o sogro saindo por volta das 4 horas da manhã, da casa da vítima e indo caminhando para sua casa nas proximidades.

Ilustração


  Segundo informações da Assessoria de Comunicação da Polícia Civil, uma equipe da Delegacia de Primavera do Leste realizou a prisão de um casal,  apontados como responsáveis pelo assassinato  da própria nora, na noite desta quarta-feira dia 3, no município de Primavera do Leste, distante a 231 km ao  Leste da capital Cuiabá.
Foto: reprodução Facebook

 As investigações iniciaram após a descoberta do corpo de Thaís Mara dos Santos Gomes, de 23 anos, dentro da própria casa da vítima, por um vizinho, que a pedido do seu esposo foi até a residência para ver o que estava acontecendo com a vítima, que não respondia aos telefonemas do marido.




 Ao chegar ao local o vizinho se deparou com a jovem morta, com uma faca cravada em um dos braços e uma bebê de apenas 3 meses, filha da vítima ao lado do corpo da mãe.

 A partir daí os policiais iniciaram os trabalhos de apuração em busca dos autores, sendo que relatos da própria vítima, do vizinho e também outros fatos decorrentes de desentendimento com a sogra levaram a conclusão que Marta Morais Alves de 50 anos e seu esposo Daniel Cirilo poderiam estarem envolvidos.

 Ainda durante as diligências os policiais conseguiram imagens de um circuito de segurança de uma residência nas proximidades da casa da vítima, no bairro Castelândia, que mostram Cirilo, por volta das 4 horas da manhã, saindo da casa da vítima e indo para  sua casa, que fica próxima ao local do crime.


 Com base nesses indícios o casal foi localizado e conduzido à Delegacia de Polícia Civil da cidade de Primavera do Leste, na manhã desta quinta-feira, 04, para esclarecimentos.

Mesmo negando as acusações, diante dos indicativos de autoria ambos foram autuados em flagrante por homicídio qualificado, conforme informações da Assessoria de Comunicação da Polícia Civil.
Foto: reprodução Facebook
 Conforme informações do Delegado Pablo Borges Rigo, que coordena apuração do fato, no mês de maio deste ano Taís teria registrado um boletim de ocorrência de injúria em desfavor da sogra Marta Moraes, porém  naquela ocasião Taís não quis representar preventivamente contra a sogra.


 Já nesta segunda-feira, dia primeiro de julho, a suspeita e o marido teriam registrado um boletim de ocorrência contra a nora, pelo crime de danos materiais, em razão de Thaís ter ido na casa dos mesmos e quebrando vários objetos.




 O crime 

 O crime foi descoberto após um vizinho ter recebido um telefonema do marido da vítima Taís, que é caminhoneiro e estava viajando.

O mesmo ligou pedindo para que o amigo fosse em sua casa e  verificasse o que estaria ocorrendo, pois não conseguia falar pelo telefone com sua esposa.



 Quando o vizinho entrou na residência teria encontrado a triste cena do corpo da jovem sobre um colchão, com uma faca cravada no braço e seu bebê, sem lesões ao lado.



 As investigações continuam para o total desconhecimento dos fatos motivação e Conclusão do Inquérito condicionamento dos envolvidos

 Segundo informações repassadas à imprensa, o vizinho teria conversado na tarde de terça feira com Thais, onde a mesma disse estar com medo da sogra, que lhe teria feito ameaças de morte.

 Ainda segundo as informações do vizinho, Thaís teria se queixado que a motivação seria a acusação da sogra que o filho não seria seu neto biológico.


.


Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Seguir pelo email

Arquivo do blog