Agronegócios


POLÍCIA CIVIL PRENDE 5 INTEGRANTES DE QUADRILHA E EVITA FURTO A AGÊNCIA BANCÁRIA DE ARAPUTANGA


 Foto: Assessoria | PJC-MT

Fonte: Assessoria | PJC-MT


Cinco criminosos que iriam praticar um furto a agência bancária na cidade de Araputanga tiveram a ação frustrada pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (30.08), em ação da Gerência de Combate ao Crimes Organizado (GCCO). Com o grupo foi apreendido diversas ferramentas utilizadas para cortar caixas eletrônicos.

Entre os presos estão, Artur Antunes Pires Ferreira, 29, Magnum Francisco de Almeida, 37, Nilton de Oliveira da Silva Júnior, 24, Douglas Fonseca Sampaio, 26, Lucas de Souza Ferreira, 22. Os suspeitos foram abordados em dois veículos, quando deixavam a cidade de Várzea Grande.

O grupo criminoso já era monitorado há algum tempo pela equipe da GCCO, devido a suspeitas da atuação da quadrilha em outros furtos em agências bancárias do Estado. Na sexta-feira (30), os policiais receberam informações de que eles deixariam a região metropolitana com o objetivo de praticar um novo furto na cidade de Araputanga.

Por volta das 15 horas, os investigadores da GCCO conseguiu realizar a abordagem dos 5 suspeitos, que estavam em dois veículos (um Volkswagem Gol e um Volkswagem Fox), em um posto de combustível, na Avenida Mario Andreazza, em Várzea Grande. Com eles foram encontradas várias ferramentas próprias para arrombamento de caixas eletrônicos.

Questionados, os criminosos confessaram que estavam a caminho da cidade de Araputanga onde praticariam o furto. Diante das evidências, os cinco integrantes do grupo foram conduzidos à GCCO, onde após serem interrogados foi lavrado o flagrante.

De acordo com o delegado titular da GCCO, Flávio Henrique Stringueta, a quadrilha está envolvida em outros furtos de agência bancária e um deles já confessou ter participado da tentativa de furto a agência do Banco do Brasil, ocorrido no último dia 22, na Rua Comandante Costa, em Cuiabá.

“Quando soubemos que o grupo saíra de Várzea Grande com sentido a Araputanga para praticar um novo crime, optamos por realizar a abordagem, pois as informações não eram precisas o suficiente para aguardar na cidade da ocorrência”, disse o delegado

Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Seguir pelo email

Arquivo do blog