Agronegócios


POLÍCIA MILITAR PARTICIPA DE PROJETO SOLIDÁRIO E REALIZA PALESTRAS DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO, EM M. D´OESTE

 O trabalho solidário idealizado por uma funcionária da Câmara de Vereadores foi abraçados por Policiais Militares e Psicólogas, com  palestras para um público de 411, onde 66 solicitaram ajuda.


Foto: realizadores do projeto solidário
                                                                                                                                                                                                
 Matéria patrocinada:


Quer andar linda e maravilhosa, deixando no ar o cheiro de sedução e poder.


E o melhor, você ainda pode dividir o pagamento no cartão



Ligue em solicite uma visita de uma de nossas consultoras de beleza, em Mirassol D´oeste-MT

             65-99675-2704

 Em breve também atendendo demais cidades da região


                                                                                                                                                                                                




Nessa última semana uma ação solidária levou alunos de escolas e também um público adulto a várias palestras sobre prevenção ao suicídio e a automutilação, que foram realizadas em escolas estaduais e também na Câmara dos Vereadores, em Mirassol D´oeste.


Reprodução WEB
 Conforme informações  da idealizadora do projeto, Daiane Reis Farias da Costa,  funcionária da Câmara Municipal de Mirassol D´oeste,  após acompanhar as inúmeras notícias veiculadas nas mídias Sociais , dentre ela também no Fronteira Alerta, referente suicídios em nossa região, a mesma sentiu sensibilizada e pensou o que poderia fazer algo para ajudar essas pessoas.


Foto: realizadores do projeto solidário
 A ideia foi comentada com Luis Guerra, Cabo da Polícia Militar de Mirassol D´oeste que abraçou  a causa levando ao conhecimento na Tenente Kellen Castrillon,  Comandante da   Cia PM de Mirassol  D´oeste, que também se disponibilizou voluntariamente a realizar as palestras.


 O tema que é bastante polêmico, envolve diretamente sentimentos profundos, diferenciados em cada a pessoas, foi abordado  com certas diferenças nos conteúdos,  entre povo adulto e juvenil, para as turmas que também foram separadas, entre meninos e meninas.
separadas em meninos para uma sala e meninos para outra sala.
Foto: realizadores do projeto solidário

 Esta divisão  foi planejada justamente para que os participantes não ficassem constrangidos e recebessem a mensagem de forma séria, porém com linguajar que melhor fosse entendido, diminuindo as barreiras, facilitando sua abertura para um diálogo e até a aceitação de ajuda, caso houvesse necessidade.
Foto: realizadores do projeto solidário


 O CB Luis Guerra ministrou as palestras para o público masculino e a Tenente Kelen Castrilon para o público feminino.



Reprodução WEB- CVV 
 As atividades seguiram o seguinte cronograma

17/09 (terça)
Centro Educacional Vereador Edson Athier Almeida Tamandaré
09:30 manhã
15:30 tarde


Foto: realizadores do projeto solidário

Foto: realizadores do projeto solidário

18/09 (quarta), para um público adulto, 
Câmara Municipal de Vereadores de Mirassol D´oeste-MT
19:30 noite 



Foto: realizadores do projeto solidário
Foto: realizadores do projeto solidário




19/09 (quinta)
Escola Plena: Padre Anchieta
14:40 tarde



Foto: realizadores do projeto solidário




Foto: realizadores do projeto solidário


20/09 (sexta)

 Escola Estadual Benedito Cesário da Cruz (BCC)
09:30 manhã


Foto: realizadores do projeto solidário



Foto: realizadores do projeto solidário


O projeto também teve a participação das psicólogas;



Maria Aparecida Gouveia 

Daniela Fiamengui

Rosemary da Cunha Campanha

Audineia Alves Pio



Foto: realizadores do projeto solidário

 Que também abraçaram a causa, realizando o primeiro contato  e aconselhamento com aquelas pessoas que solicitaram ajuda.


Conforme entrevista ao Fronteira Alerta, a idealizadora Daiane Reis disse;




Idealizadora: Daiane Reis
 Foto: arquivo Pessoal
" A iniciativa foi minha e não faço parte de Fórum, Prefeitura, Eu trabalho na Câmara e conheci através o Cb Luis Guerra através do curso do Detran, que ele tava participando, tive a ideia e falei para ele  que achou ótima ideia e se propôs a ajudar.

 Aí ele me indicou a Tenente e nós fizemos a parceria, eu organizaria os lugares e eles fariam as palestras.

 Maia ai nos pensamos e depois, que acontecerá com essas pessoas que precisarem de ajuda?

Aí também fui atrás das psicólogas, consegui uma parceria de uma aconselhamento imediato já por parte dos psicólogos.

E aqueles que necessitarem de um tratamento o Centro De Referencia De Assistência Social "Nenice Pereira Leite"), também deixou em aberto que eu posso estar encaminhando para lá.

Então, assim iniciativa foi minha, mas eu consegui tudo através de parcerias.

Ai possam me perguntares, ah mas quem é você Daiane?  Por que que essa preocupação?  Então eu respondo eu sou uma cidadã Miradolense, e sou funcionária pública.
Reprodução WEB- CVV 
 Mas o que mais me tocou não é porque eu faço parte de algum desses lugares é como ser humano, eu me preocupar com a situação do outro, tá muito caótico a situação em nossa cidade. 

Tá muito agravante, dentro de um mês dois suicídios em várias tentativas, então assim isso é muito sério.

 Então minha preocupação não é como funcionária Pública é como pessoa."



O  projeto solidário teve um público de 411 pessoas nas palestras, sendo que destas 66 pessoas pediram por ajuda.

O trabalho não para por ai, e outras ações deste tipo deverá ser realizado.

Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Seguir pelo email

Arquivo do blog