Agronegócios


MÃE PROCURA PM E FAZ DENÚNCIA CONTRA SUSPEITO QUE TERIA ABUSADO DE SUA FILHA DE 12 ANOS, EM LAMBARI D´OESTE



  A mãe da vítima Procurou a Polícia Militar comunicando o que sua filha lhe disse que a uma semana atrás o pai de uma coleguinha teria lhe tocado nas partes íntimas, e não contou antes por ter ficado com medo.



 Na manhã desta terça-feira dia 29, Policiais Militares de Lambari d'Oeste, distante a 330 Km a Oeste da Capital, Cuiabá, foram procurados por uma senhora, que relatou que a sua filha, uma adolescente de 12 anos, lhe comunicou que havia sido  abusada na casa de um homem, quando a mesma foi visitar uma coleguinha, também adolescente.


 Em conversa com a vítima, a mesma revelou aos policiais que foi até a casa de uma amiga na Cohab Siderlândia, onde também reside, sendo costumeiro tomar tereré com esta amiguinha, em sua casa,onde o abuso ocorreu.



 A vítima ainda contou aos policiais que não se recorda ao certo a data do fato ocorrido, lembrando apenas que era tarde de domingo possivelmente dia 20.


 Sua amiga (filha do acusado) teria lhe convidado para ir em sua casa tomar tereré,  como de costume ela foi e que na residência encontrava-se apenas o acusado e sua filha, amiga da vítima.


A Jovem relatou aos policiais que o acusado se aproximou  da mesma e dando um copo de vinho para beber, que a mesma teria bebido e posteriormente o suspeito tocou em seus seios e se afastou sem nada dizer.


Alguns instantes depois o suspeito novamente se aproximou, pedindo que ela baixasse algumas músicas em seu aparelho celular, e se afastou novamente da vítima.

Conforme relato da vítima aos Policiais, após alguns minutos mesmo se aproximou, perguntando se a vítima havia conseguido baixar as músicas e passou a pegar o short da vítima,  perguntando se poderia ver suas partes íntimas, em seguida acabou passando a mão, por cima do short,  tocando nas partes íntimas da vítima.

 A vítima informou aos policiais que  em seguida se levantou foi até onde estava a filha do acusado, e permaneceu com a mesma por mais algum tempo em frente à residência, tomando tereré antes de ir embora para sua casa.

 A vítima também relatou aos policiais que que não contou antes para sua mãe por ter ficado com medo.


Após o conhecimento dos fatos e diante das ligações anônimas  de que alguns moradores do bairro onde moram estariam revoltados com a atitude do homem, e que este seria o segundo caso de abuso praticado por ele.


 Mesmo não estando em flagrante e pela gravidade do fato denunciado e das circunstâncias de uma possível revolta das pessoas contra o suspeito,  os policiais se deslocaram até o local localizando o mesmo.

Para evitarem uma possível retalhação do povo contra o mesmo e para preservar sua integridade física os policiais retiraram o suspeito do local, conduzindo-o até a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Rio Branco, para esclarecimento dos fatos narrados pela comunicante e sua filha.

 Fato continua sendo apurado pela equipe da DP de Rio Branco,  ainda não temos informações se mesmo permaneceu preso ou aguarda em liberdade a apuração das acusações que lhe foram imputadas.

Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Seguir pelo email

Arquivo do blog