Agronegócios



 PMs DO 6º CR PARTICIPAM DA "OPERAÇÃO ENGATILHADOS",  AÇÃO INTEGRADA DE COMBATE A CRIMINALIDADE EM M. D´OESTE

 Equipes do 17º BPM e Força Tática, juntamente com o Canil-fron  apoiaram equipes da Polícia Civil de várias Delegacias, em cumprimentos de buscas domiciliares, 4 pessoas conduzidas e 6 armas apreendidas.


Foto: PMMT

Munições e petrechos apreendidos


 A manhã desta quinta-feira dia 28 de novembro foi marcada por mais uma Operação das Forças Integradas, que desencadearam mais uma ação de combate  criminalidade  em Mirassol do Oeste, a "Operação Engatilhados"


 O objetivo desta operação foi o comprimento de 7 mandados judiciais de busca e apreensão em residências na área Urbano e também propriedades na zona rural de Mirassol do Oeste, que foram expedidas pela 3ª Vara Criminal de Mirassol D'Oeste com base em investigações da Polícia Judiciária Civil do município.


  Os locais onde foram realizadas essas operações são frutos do trabalho da equipe da Delegacia Polícia Civilo de Mirassol do Oeste,  que investiga grupos criminosos que atuam em Mirassol do Oeste com ramificações inclusive em outros municípios.
Foto: PMMT

Munições e petrechos apreendidos

 Para realização do comprimento dos sete mandados de buscas domiciliares  foram empregados  53 agentes de Segurança Pública dentre  Policiais Civis, Policiais Militares, Agentes Penitenciários e Policiais do Canil-fron com seus cães farejadores. 
Foto: PMMT

Munições e petrechos apreendidos


As equipes se  reuniram  antes mesmo do clarear do dia, por volta de 4 horas da manhã,  e na Delegacia de Polícia Civil de Mirassol d'Oeste, foram designados para cumprimentos de mandados de buscas domiciliares e se deslocaram em 16 viaturas para os locais.


Segundo a Polícia Civil informou;  através do delegado responsável pelas investigações, Alexandre da Silva Nazareth, a Operação visava combater o crime de posse ilegal de arma de fogo e munições, empregado com o fim de combater outras infrações como violência doméstica, apoio ao tráfico de drogas e associação criminosa.
Foto: PMMT

Munições e petrechos apreendidos


Em sua página a Polícia Civil através da assessoria relatou que no cumprimento das buscas na casa do suspeito A.P., no bairro Jardim Planalto foi a apreendido uma carabina calibre 22, sem marcas aparentes, duas balanças de precisão, 05 aparelhos celulares, 01 cofre em que estava armazenado um revólver calibre 38 com 05 munições intactas, além de cheques preenchidos de diferentes bancos.

O suspeito, investigado pela autuação com o tráfico de drogas no município, não foi localizado na residência. Segundo as investigações, ele também seria responsável pela execução de uma pessoa por na cidade de Guarantã do Norte, durante a cobrança de uma dívida de tráfico.

Em outra busca em uma propriedade rural, localizada às margens da BR 174, os policiais apreenderam em um dos cômodos da casa, uma espingarda calibre 32, quatro munições do mesmo calibre, 19 munições calibre 38, além de dois cartuchos e dois estojos.




O dono do local, O.G.S., 64, era alvo de investigação de violência doméstica e foi conduzido a Delegacia de Mirassol D'Oeste, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante por posse de arma de fogo e munições.

Na propriedade rural de M.J.A., também investigado por violência doméstica e familiar, foi apreendido dois carregadores, 47 munições calibre 22, cartuchos calibre 36 mm, além de apetrechos para confecção de munição.

Em outro alvo, no bairro Jardim São Paulo, foi apreendido uma espingarda calibre 28, 06 munições calibre 380, uma munição calibre 22, uma carabina de ar comprimido 6.0, uma porção de ácido bórico, e uma poção de maconha. O investigado não foi localizado

O suspeito, J.P.B.N., 49, passou a ser investigado após a Polícia receber informações de que ele mantinha uma arma de fogo em sua residência, fato que foi confirmado na operação. Diante das evidências, ele foi conduzido a delegacia onde foi lavrado o flagrante.


 Aqui o vídeo  fornecido pela Polícia Militar, do cerco a uma residência, que foi vistoriada.




Segundo o delegado, Alexandre Nazareth, também foram cumpridos outros mandados contra pessoas investigadas por integrar facção criminosa.

“Todos os alvos da operação são considerados criminosos pelas investigações, ainda que em potencial e com desígnios autônomos, uma vez que possuem em suas casas, sem a licença da autoridade competente, e sem que um saiba da aspiração do outro, armas de fogo de diferentes calibres”, destacou o delegado.

 Os locais

 - 03  Residências foram vistoriados no bairro Jardim São Paulo.
 - 01   Residência foi vistoriado no bairro Parque Uma residência foi vistoriada no bairro Jardim Planalto.
- 01   Propriedade rural na BR 174 próximo ao trevo de Glória do Oeste. 
- 01  Sítio no assentamento Margarida Alves.


Materiais apreendidos

Foto: PMMT

Munições e petrechos apreendidos

 Armas apreendidas

 5 armas foram apreendidas durante a operação engatilhadas
01(uma) Carabina calibre 22, sem marca aparente.

01 (uma) carabina de pressão da marca CBC nitro Montenegro 5.5.

01 (um) espingarda cartucheira calibre 32 de 02(dois) canos, marca Lanssen Fillls &coliese.

01(uma) Carabina CBC calibre 22 com 02 (dois) carregadores. 

01(uma) Carabina calibre 28 sem marca registrada.

01(um) revolver cano curto calibre 38 da marca Taurus nº HH 67354.
Foto: PMMT

Munições e petrechos apreendidos

47(quarenta e sete) munições de calibre 22.

06(seis) munições de calibre 380.

27(vinte e sete) munições de calibre 38.

04(quatro) cartucho de calibre 32.

10(dez) cápsula de calibre 38.

01(uma) cápsula de calibre 32.

06(seis) cartucho de calibre 36 deflagrados.

01(um) frasco com pólvora .



 Celulares apreendidos

03(três) aparelhos celulares SAMSUNG.

01(um) aparelho celular MULTILASER.

01(um) aparelho celular DL.
01(um) aparelho celular IPHONE.

01(um) aparelho celular MOTOROLA.

8.0 DE OUTROS OBJETOS.

01(um) cofre com várias folhas de cheques com datas passadas.


 Prisões

 Quatro pessoas foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil, sendo que três foram autuados em flagrante e uma delas apenas autuada por ato administrativo, devido estar com o registro vencido, de sua arma que foi apreendida.

  Arma e uma espingarda  que será encaminhada para a Delegacia de Polícia Federal e assim que o proprietário sanar os problemas referentes a renovação do registro poderá reaver sua arma novamente, conforme informou o Delegado de Polícia Civil Alexandre,  titular da DP de Mirassol do Oeste.



 A Polícia Militar através de homens do 17º BPM e também equipe de Força Tática de Cáceres,  apoiaram os trabalhos participando ativamente de mais esta ação repressiva contra a criminalidade.

 A ação realizada pelos agentes de segurança na manhã desta quinta-feira também foi acompanhada de perto pelo Ministério Público, que se manteve informado de todos os trabalhos realizados pelas equipes  policiais.

 O comandante do 17º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel do Dulcézio Barros participou dessas operações, comandando os seus homens que também foram distribuídos integrando várias equipes, que se deslocaram para diferentes pontos do município dando cumprimento as ordens de buscas domiciliares.


Foto: PMMT

Munições e petrechos apreendidos

 A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso também está desencadeando a "Operação Fim de Ano Seguro" onde as ações preventivas são realizadas nas áreas urbanas e rurais dos 11 municípios da área do 17º Batalhão e também na região da grande Cáceres, através de homens do 6º BPM, seguido as diretrizes do comandante do Comando Regional 6, em Cáceres, Coronel Jose Nildo, onde a ordem é trabalhar em prol da sociedade para levar mais segurança as comunidades, que vivem na região de Fronteira Oeste sob jurisdição do do 6º Comando Regional de Polícia Militar.

 Texto Raul Valentim com  trechos publicadas pela assessoria da Polícia Civil em sua página veja aqui
    
  Disk denúncia Polícia Militar

         0800-65-3939

Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Seguir pelo email

Arquivo do blog