Agronegócios



"RIO DE SANGUE" PM DE ARAPUTANGA LOCALIZA RESPONSÁVEL POR POLUIR CÓRREGO DA CIDADE, DEIXANDO-O VERMELHO COR DE SANGUE


  O suspeito utilizou o lava jato para lavar  um contêiner com tinta vermelha,  onde os resíduos seguiram pela tubulação e atingiram o córrego.


Foto: Ass 17º BPm-CR-6


 Na tarde desta sexta-feira, dia 8 Policiais Militares da 2ª Cia PM de Araputanga, subordinados ao 17º BPM- CR-6, receberam uma denúncia anônima via 190, dando informações importantíssimas que ajudaram a identificar o causador  da poluição do Córrego Buriti, que corta a região central da cidade.


 O boletim de ocorrência com danos ambientais foi registrado no período da manhã, na Delegacia de Polícia Civil da cidade, que apura as responsabilidades,  onde o  córrego ficou completamente vermelho cor de sangue, devido o material despejado pela tubulação  pluvial de esgoto.

 As informações levaram os Policiais Militares até um lava-jato de um posto de combustíveis, localizado na rua Carlos  Luz, centro da cidade. onde o responsável por esse lava jato foi identificado  e se prontificou acompanhar os policiais até Delegacia para esclarecimento dos fatos.
Foto: Ass 17º BPm-CR-6

 O homem  identificado pelas iniciais W.A.S.O de 27 anos,  proprietário do lava jato, informou a guarnição policial que teria lavado contêiner que estava sujo de tinta guache vermelha ,semelhante ao encontrado no córrego.


Foto: Ass 17º BPm-CR-6
Durante a lavagem do contêiner,  os resíduos teriam seguido pela tubulação e acabou saindo uma grande quantidade que atingiu a rede fluvial, e sem tratamento caiu direto no córrego.

 O mesmo informou ainda que ao perceber que estava saindo muito produto encerrou a lavagem.

 O Córrego Bacuri corta a região central da cidade de Araputanga e ficou completamente vermelho, como se fosse um verdadeiro "Rio de Sangue."



 O fato chamou a atenção de muitas pessoas que passavam pelo local e compartilharam fotos do desastre ambiental causado neste córrego, que certamente afetará todas as espécies de vida e ainda prejudicar a produtores e outras pessoas que dependem direto ou indiretamente dele.

A poluição em seu leito seguirá e certamente poluirá outros Córregos e rios da região, onde certamente essa poluição alcançará.


Foto: Ass 17º BPm-CR-6

 Assim como este produto foi despejado diretamente no córrego, sem nenhum tratamento, certamente outros resíduos de óleos, graxas ou produtos químicos ( para lavagem), de lavadouros  também devem ser lançados diretamente nas galerias e Córregos em toda a região .
Foto: Ass 17º BPm-CR-6
Algumas pessoas entraram em contato com Fronteira Alerta,  relatando  que alguns lava jatos que não dispõem de um local para tratamento da água antes dela ser despejada diretamente nas galerias.

 O caso está sendo apurado pela Polícia Civil de Araputanga.

Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Seguir pelo email

Arquivo do blog