Agronegócios


FAKE NEWS; CARNE DE URUBU SENDO VENDIDO COMO GALINHA CAIPIRA NO BRASIL, SERÁ MESMO VERDADE?



Imagens de aves abatidas supostamente vendidas numa feira de Manaus, na verdade são imagens que já correram o mundo, desde os últimos dia de 2019, mas não foi no Brasil
Imagens reprodução web/ Ed F.A.



As redes sociais e páginas de Grupos ficaram sobrecarregados nesse último final de semana, com fotos impressionantes de pessoas abatendo urubus e supostamente vendendo carne como galinha caipira, no Brasil.




Mais alarmante ainda é que segundo as publicações o fato teria ocorrido no Brasil, em uma feira de Manaus, ou Belém, onde  ocorria a promoção de carne de galinha caipira.





Essa notícia foi analisada pelo site boatos.org, em sua publicação  onde neste domingo, dia 5, o jornalista Edgar Matsuki, publicou uma matéria esclarecendo a realidade possível origem das fotos.







Segundo as matérias publicadas e reproduzidas por vários sites e redes sociais, estava sendo realizado o comércio de carne de urubus a população como se fosse galinha caipira, com fotos mostrando os animais abatidos.
  

Esta notícia  alarmou a população e a preocupação com a saúde, onde muitos consumidores eram enganado levando gato por lebre ou quer dizer urubu por galinha.

 A carne desta ave é extremamente perigosa, devido o anima ser necrófago ( se alimentar animais mortos), e possui uma série de bactérias, podendo levar uma pessoa a morte caso se alimente com ele.
Foto: Animais Culturamix ( reprodução WEB)






Fake News

As notícias deram conta que teria ocorrido em Manaus  ou Belém, e ainda outras cidades do Brasil, e que a polícia teria feito a descoberta que a carne de urubu estava sendo vendida como se fosse galinha caipira.



magens reprodução web




Imagens de cabeças de urubus e de um animal sendo preparado (que supostamente seria da espécie) ainda circulam na internet, junto com a denúncia de que estão vendendo a carne de urubu como se fosse galinha caipira.




Segundo o site boatos.org, foi pesquisado afundo as várias versões da história, falando de cidades como Belém, que foram citadas em publicação, mas o fato mais chamativa também foi postado que teria ocorrido em uma feira na cidade de Manaus, capital do Amazonas.


Imagens reprodução web

Ainda segundo a matéria a notícia fake News, publicada em vários sites e redes sociais, os textos apontam que o mercado de carne clandestina existe em plena Rua da capital do Amazonas e que o preço da unidade de galinha caipira seria de R$ 5 Reais.




Muita gente ficou assustada com essa história, que saiu sendo compartilhadas pelas redes sociais e parte da mídia, mas apuração feita pelo site boatos.org revelou que as notícias faltavam algumas informações fundamentais para concretizarem como verdadeiras e não fake News.



magens reprodução web




Diante da falta de tais informações, como o local ou quem estaria vendendo, dentre outras, o site pesquisou mais a fundo onde foi descoberto que as mesmas fotos circularam em países de língua espanholas muito antes de chegar no Brasil.







Ainda segundo o site ao fazerem a busca reversa pelo caso do urubu vendido como frango, foi descoberto que a história chegou ao Brasil por volta do dia 3 de Janeiro, porém foi descoberto os registros de imagens que viralizaram no México e outros países da América Central no dia 29 de dezembro do ano passado.







O primeiro lugar que foi achada uma história semelhante foi Honduras, sendo seguido Nicarágua, Costa Rica e México.




Algumas notícias davam conta de que o caldo do urubu estava sendo vendido como um produto medicinal e somente alguns dias após sta notícia passou a ser veiculada como ocorrida no Brasil.







Diante disso tudo podemos afirmar com clareza que a denúncia de carne de urubu estava sendo vendida em Manaus é falsa, e com tantas versões circulando pela web é difícil precisar o local real da venda, mas com certeza absoluta ou fato não ocorreu no Brasil.







Com as formações do site org.com

Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Seguir pelo email

Arquivo do blog