Força Tática de Cáceres recupera Hillux roubada em Acorizal, 4 foram presos, família ficou 6 horas na mira de bandidos.



FORÇA TÁTICA RECUPERA HILUX ROUBADA EM ACORIZAL, 4 FORAM PRESOS, FAMÍLIA FICOU 6 HS NA MIRA DE BANDIDOS.


 Os policiais flagraram o criminoso descendo da caminhonete e posteriormente prenderam o outros dois homens que iriam receber o veículo, uma mulher também foi conduzida por estar com eles.


Foto: Ass COm 6º CR- PM/ FT




A Força Tática continua batendo duro na região de Cáceres, não dando moleza para a criminalidade e recuperou mais uma caminhonete, sendo a segunda na noite deste sábado dia 18, mandando 4 para o xilindró.


 Na noite deste sábado, por volta de 22:40, Policiais Militares da Força Tática Pantanal, do 6º comando Regional de Polícia Militar de Cáceres, realizavam patrulhamento pela Avenida Talhamarese flagraram uma situação suspeita.

Quando se aproximaram de um posto de combustível, no bairro Santa Isabel avistaram um individuo descendo de uma caminhonete Hilux, demonstrando certo nervosismo, inclusive com atitudes que levantaram suspeitas de que algo estaria errado


Com a aproximação da viatura o suspeito tentou empreender fuga, mas acabou sendo contido e durante a entrevista acabou  confirmando que a caminhonete era produto de roubo.



 Durante a entrevista o suspeito revelou aos policiais que teria ido até a cidade de  Acorizal buscar o veículo, que pegou com o outro suspeito, o qual revelou o apelido para os policiais.

 Segundo p relato do mesmo, este suspeito que entregou a caminhonete é morador do Bairro São Simão em Várzea Grande,  que lhe deu a incumbência de levar o veículo até Cáceres, onde o veículo seria  entregue para um outro indivíduo, com qual trocou mensagens no WhatsApp.

 Continua após a publicidade
                                                                                                                                  

PREPARE-SE, VEM AI

 Dia 10 de maio, 2° DESAFIO FORÇA TÁTICA PANTANAL

Serão 7 KM de prova do desafio, que ficou gravado no coração dos amantes da corrida em Cáceres e Mato Grosso.




Cumpra mais essa missão.

Inscrições aqui a partir do dia 1º de Fevereiro

                                                                                                                                  

 Continuação

 O mesmo relatou ainda que não conhece o receptador de Cáceres, tendo apenas  as características que do mesmo, que utiliza óculos de grau e era branco, conforme a foto do perfil no aplicativo.


 O suspeito ainda revelou que receberia R$ 5 Mil reais para trazer a caminhonete  roubada até Cáceres, e que o outro suspeito que receberia veículo iria buscar no pátio do referido posto, onde encontrava-se estacionado o veículo e ocorreu a abordagem policial.


 Durante o trabalho de abordagem os policiais avistaram uma motocicleta com dois ocupantes, que pararam e o garupa de posse do celular realizou uma ligação, sendo que o telefone do suspeito que estava com a Hilux tocou no mesmo instante.



Ao visualizarem a viatura no pátio do posto, a dupla de motocicleta empreendeu fuga, seguindo sentido ao Trevo da cidade.


Diante dos indícios  que os ocupantes da motocicleta seriam os que buscariam a caminhonete, sendo os receptadores, os policiais dividiram a equipe e iniciaram as diligências,  porém acabaram perdendo os suspeitos de vista.




Foto: Ass COm 6º CR- PM/ FT

Posteriormente a equipe se juntou novamente no pátio do posto de combustível. onde encontrava-se a caminhonete, para darem continuidade aos trabalhos.

Durante a vistoria no veículo os policiais visualizaram uma caminhonete  S10 de cor prata, que passou pelo local, sendo percebido  que os ocupantes olhavam muito para o posto de combustível.


 Desconfiados  de que os ocupantes da S-10 também teriam alguma coisa haver com a caminhonete roubada, abordada anteriormente, a equipe da Força Tática novamente se dividiu, sendo realizado o acompanhamento e com sinais sonoros,  onde foi realizada a abordagem da S-10.


Durante a abordagem a caminhonete, antes dos ocupantes descerem,  os policiais observaram uma movimentação estranha dentro de um veículo, onde uma mulher havia assumido a direção da caminhonete,  que tinha ainda dois homens como passageiros.

 Durante abordagem ainda foi constatado que os dois homens possuíam as mesmas características dos suspeitos que fugiram de motocicleta, poucos minutos antes.

Ao ser realizada a entrevista técnica com os ocupantes do veículo, várias contradições foram  percebidas pelos policiais.


 Também foi obtida a informação que a Alcunha de um dos ocupantes da S-10 era a mesmo repassada pelo primeiro suspeito, abordado, que estava com a caminhonete roubada no pátio do posto.


 Ainda durante os trabalhos os policiais ouvir um relato da passageira que Como que foi a casa  de 12 suspeitos você pediu para utilizar sua motocicleta Biz dizendo que precisava ir em determinado lugar.



 Ainda dentro da caminhonete S-10, os policiais encontraram um capacete de cor preta,  dando a entender, pelos indicativos que suspeitos abordados seriam os mesmos que foram ao local para receberem a caminhonete e ainda um deles mantinham contato via WhatsApp com o suspeito que trouxe a caminhonete  de Acorizal.


 Em contato com Policiais Militares da cidade de Acorizal, houve a confirmação do roubo da referida caminhonete Hilux,  onde a família ficou refém por cerca de 6 horas, sob a mira de armas dos bandidos.


O Policial de Acorizal ainda informou aos policiais da Força Tática que uma das vítimas ouviu os criminosos comentarem e que um dos bandidos que estavam na casa  havia recebido uma ligação informando que a caminhonete havia chegado em Cáceres.

Após este telefonema os bandidos deixaram  a residência libertando as vítimas.

Um dos ocupantes da caminhonete foi reconhecido pelo suspeito que estava com a Hilux roubada, como o homem com quem o mesmo se comunicava via o aplicativo de WhatsApp, portanto o  homem que deveria receber o veículo no pátio do posto de combustível.



 A caminhonete S-10 que estava com os suspeitos foi aprendida, notificada e encaminhada para 4ª Ciretran, como medida administrativa, sendo que  os suspeitos e a Hilux apreendida foi encaminhada para 1ª DP, onde outras providências passaram a serem tomadas.

Comentários