GAP prende homem por falsa comunicação de roubo de carro, em Mirassol d'Oeste



GAP PRENDE HOMEM POR FALSA COMUNICAÇÃO DE ROUBO DE CARRO, EM MIRASSOL D´OESTE


 O suspeito havia vendido o carro e alegou ter sido roubado por dois criminosos e que ainda estaria sendo ameaçado pelos mesmos criminosos e pelo atual receptador.
Foto: Ass. Com 6º CR/ 17º BPM


 Na noite desta terça-feira dia 28, Policiais Militares pertencentes ao Grupo de Apoio do 17º BPM, realizaram a prisão de um homem após descobrirem que o mesmo havia mentido e comunicado um falso roubo de seu carro, inclusive citando que o atual detentor do veículo seria um receptador e teria lhe ameaçado de morte.


 O caso começou  a ser esclarecido quando a equipe do GAP realizava patrulhamento no bairro Jardim São Paulo e foi acionado por um homem, que alegou aos policiais que teria sido vítima de um roubo de seu carro, ocorrido no dia 25 de janeiro.


 Segundo relato da suposta vítima, dois homens sendo um magro e moreno sendo um portando uma arma de fogo teriam lhe rendido nas proximidades do Pé da Serra, final do bairro de Jardim São Paulo, onde tomaram o veículo GM Cobalt de cor preta e fugiram tomando rumo ignorado.

 Durante o atendimento da ocorrência os policiais ouviram relato desta suposta vítima, que informou ainda que possivelmente teria descobrido que o veículo estaria na cidade, em posse de um outro homem.

O comunicante que tentou se passar mais uma vez por vítima, relatou ainda que teria sofrido ameaças por parte dos suspeitos, que lhe teriam roubado e também pelo homem que está com carro.

 Após colherem mais algumas informações os policiais se deslocaram até o local, onde estaria o receptador do veículo e em conversa com este obtiveram a informação de que na verdade o mesmo teria comprado veículo há cerca de 40 dias do proprietário e também queixoso do suposto roubo.

 Ainda segundo o homem que encontra-se com o veículo; o mesmo teria combinado um acordo comercial com proprietário e pagaria o valor de R$ 15.000,00 pelo ágil,  tendo inclusive já adiantado R$ 2.000,00 e que a outra parte seria repassada posteriormente, conforme combinado.

 Para tentar esclarecer o fato os policiais  foram buscar informações através de vizinhos, que confirmaram que o veículo já encontrava sem poder deixa suposto receptador por cerca de 40 dias, confirmando a versão apresentada pelo mesmo, de que estaria de posse do carro já há algum tempo.


Foto: Ass. Com 6º CR/ 17º BPM
 Ambos foram conduzidos para o Batalhão de Polícia Militar para ser confeccionado o Boletim de ocorrência e durante a lavratura do documento a suposta vítima mudou sua versão, confirmando que realmente teria negociado o carro com outro homem e que o veículo não teria sido roubado.

 Diante dessa nova versão e do boletim de ocorrência registrado no último dia 25, comunicando roubo, o mesmo recebeu voz de prisão pela falsa comunicação de crime  de roubo de veículo.

 Os dois homens foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com o veículo, para que outras providências fossem tomadas. 

Comentários