População invade delegacia captura, esquarteja e queima corpo de homem que estuprou e matou menina de 10 anos.



 POPULAÇÃO INVADE DELEGACIA ESQUARTEJA E QUEIMA CORPO DE HOMEM QUE ESTUPROU E MATOU MENINA DE APENAS 10 ANOS 


 A revolta da população ocorreu na noite de sexta-feira,  onde sem dó ou Piedade o estuprador de 28 anos foi retirado de dentro da cela, esquartejado e queimado na rua.

Imagens reproduzida e editada de vídeo- Fonte WhatsApp

 Um crime bárbaro praticado por um homem de 21 anos, contra uma menina de apenas 10 anos, gerou muita comoção e revolta da população da cidade de Fonte  Boa, no interior do Amazonas,  distante a cerca de 678 km a oeste da capital Manaus.
Foto: reprodução WEB ( Planeta Folha)



 Ronald Gomes Borges de 28 anos foi preso nesta quinta-feira dia 16, acusado de ter estuprado e matado uma menina de 10 anos, identificada como Elcleciane Nascimento Duarte, conhecida como ‘Nega’.

 Segundo informações  repassadas a imprensa pelo Investigador de Polícia Civil Mário Alves  da 55ª Delegacia Interativa de Polícia  ( 55ª DIP), a menina costumava ir à casa de Ronald onde ajudava a companheira dele a fazer biscoitos para vender na cidade.




 No dia que aconteceu o crime a vítima estava na residência Ronald onde também estava a esposa do mesmo,  sendo que a esposa de Ronald  havia saído e ele ficou sozinho com a menina, que continuou trabalhando fazendo biscoitos.


Segundo apurado o crime se deu quando o suspeito então, teria se aproveitado deste momento, levando-a para um quarto e ofereceu R$ 40,00, para que ela mantivesse relação sexual, a vítima não aceitou e tentou fugir. Então, ele pegou ‘a criança’ pelo braço e a estuprou. 


 Após a violência sexual o suspeito ainda teria aplicado o golpe conhecido "como mata leão" fazendo com que a menina desmaiasse, então de posse de uma corda asfixiou a vítima levando a morte.


 Por volta das 19 horas de quinta-feira a esposa de Ronald retornou para residência e encontrou o corpo de "Nega" escondido debaixo da cama.
Foto : A Critica ( reprodução)


 O criminoso ainda ameaçou a própria esposa. pedindo para que a mesma lhe ajudasse a enterrar o corpo da vítima, mas ela conseguiu avisar os familiares da criança, que acionaram a Polícia Militar, que foi até o local e realizou a prisão de Ronald.

 A crueldade praticada contra essa menina de apenas 10 anos comoveu a população da cidade, gerando uma revolta que foi crescendo, inclusive algumas mensagens trocadas via aplicativo de internet, onde muitas pessoas demonstravam a intenção da população de capturar o homem de dentro da Delegacia.


 A polícia teria informado ainda que o suspeito seria transferido para capital Manaus, a fim de preservar sua integridade física, diante das informações.
Imagens reproduzida e editada de vídeo- Fonte WhatsApp



 Na noite de sexta-feira, 17, no entanto, o caso tomou proporções incontroláveis, onde a revolta da população explodiu, ocorrendo a invasão da Delegacia onde Ronald estava preso.

Vídeo- Fonte WhatsApp

                                     
  A população cercou a Delegacia, onde estava preso Ronaldo Réu confesso,  depredou alguns veículos, invadiu o local retirando o homem de dentro da  sela  que foi morto e posteriormente  esquartejado, e queimado.


 Os vídeos que circulam na rede de internet mostram muitas pessoas, ficaram ao redor onde o corpo estava e inclusive algumas destas pessoas mais exaltadas ainda erguiam as pernas e a cabeça decepada de Ronald como se fosse um troféu, antes de colocar os membros numa espécie de fogueira, onde foi jogando a combustível e ateado fogo por uma mulher.

Vídeo- Fonte WhatsApp



                                                    
 A população comemorou quando o fogo foi ateado, demostrando claramente que ali estariam fazendo Justiça pelo fato criminoso da morte na menina de apenas 10 anos.



 As imagens registradas de vários ângulos durante a invasão da Delegacia  mostra um grande número de pessoas, muitas delas com rostos cobertos e outras porém sem nenhuma preocupação em ocultar sua identidade.

Mesmo durante momento que o corpo já estava esquartejado em uma espécie de fogueira pronta para ser acesa, muitas pessoas comemorando de cara limpa, onde um ato cruel praticado contra uma criança teve seu desfecho com outra crueldade, num verdadeiro "Olho Por Olho, Dente Por Dente".


Comentários