Agronegócios



 VINTE E CINCO MIL ESTUDANTES FAZEM CURSO DA PM PARA PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS

O programa também teve a sede reformada e transformada em centro de planejamento, coordenação, acompanhamento e armazenagem do material didático


Foto; PMMT


 Por: Alecy Alves Secom-MT

Em 2019, o Programa Educacional de Enfrentamento e Repressão às Drogas e Violência (Proerd) da Polícia Militar de Mato Grosso formou 24.789 estudantes, crianças e adolescentes, no curso de prevenção ao uso de drogas e de combate ao bullying e outras formas de violência.

Desenvolvido em 304 escolas de 43 municípios, as lições do programa foram ministradas entre os meses de fevereiro e dezembro do ano passado e chegaram, principalmente, a alunos do 5º e 7º ano do ensino fundamental

Em comparação com 2018, ano em que formou 21.026 crianças e adolescentes em 39 municípios, o Proerd, em 2019, registrou aumento de quase 20% no número de estudantes que concluíram o curso.

Sessenta e quatro instrutores da Polícia Militar levaram os ensinamentos e interagiram com alunos, familiares, professores e gestos escolares.

Em Cuiabá, por exemplo, o programa formou 4.875 estudantes e trouxe uma novidade que contribuiu para o fortalecimento da rede de prevenção às drogas, que foi a adesão de escolas da rede privada, entre as quais o Salesiano São Gonçalo, Plural, Isaac Newton e Master.

Este ano, o Proerd completará duas décadas em Mato Grosso. Maior programa de prevenção às drogas, nesses quase 20 anos já formou 340 mil estudantes no curso de resistência às drogas.

Os alunos que passam pelo programa aprendem como dizer não à oferta de droga, além de elevar a autoestima. As lições apresentam estilos de respostas para vários tipos de abordagens – oferta de drogas por amigos e desconhecidos e de ingresso no tráfico. Também aprendem questões como bullying, violência física, direitos e deveres, entre outros.

A dona de casa Maria LuÍza dos Santos e Silva, mãe das alunas Clara e Ana Paula, de 11 e 13 anos, avalia como importante o aprendizado das filhas. Conforme ela, as meninas obtiveram respostas às perguntas que faziam em casa e que ela e o marido, Luiz Paulo, pareciam satisfazer a busca das filhas. “Tratávamos sobre drogas, mas parece que as aulas surtiam mais efeito, alertavam e ensinavam mais”, avalia a mãe.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, destaca que em quase 20 anos, o Proerd tem sido motivo de orgulho. A partir de 2019, a adesão da rede particular de ensino reforçou ainda mais a credibilidade da Polícia Militar junto à sociedade na prevenção às drogas.

Segundo Assis, há levantamentos que apontam que mais de 90% das crianças que fizeram o curso não se envolveram com drogas.

“Os pais acreditam e vêem as lições do programa como uma mudança de rumo na adolescência, no despertar dos filhos para o mundo em uma etapa da vida em que surgem as facilidades de acesso às drogas”, avalia.

De acordo com o comandante, a meta para 2020 é potencializar o trabalho e estender as ações por todos os municípios.

"Vamos fazer com que onde tiver um núcleo da PMMT tenha um policial instrutor, multiplicador dos ensinamentos do programa na prevenção às drogas”, completa.

O Proerd é desenvolvido por meio de parceria com as redes estadual e municipal de ensino. Em 2019, teve o apoio do Ministério Público do Trabalho e parlamentares.

Foto; PMMT

Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Seguir pelo email

Arquivo do blog