Gefron e Defron apreende 120 kg de drogas na fronteira,quatro suspeitos foram presos.

GEFRON E DEFRON APREENDE 120 KG DE DROGAS NA FRONTEIRA, QUATRO SUSPEITOS FORAM PRESOS



A droga estava dentro de um tambor na carroceria de uma picape  Fiat Strada e tinha uma caminhonete, que seguia na frente possivelmente se comunicando por rádios amadores, fazendo o papel de batedor.

Foto: GEFRON


 Neste  Domingo dia 2 de Fevereiro, policiais do Grupo Especial de Fronteira (GEFRON), em conjunto com policiais da Delegacia Especial de Fronteira (Defron),  deram mais um duro golpe nos criminosos que agem na região fronteiriça, aprendendo aproximadamente 120 kg de substância análoga à pasta base de cocaína, avaliada em aproximadamente R$ 1.850.000 (Um Milhão Oitocentos e Cinquenta Mil Reais).


 A apreensão da droga que também culminou na prisão de quatro suspeitos, ocorreu por volta das 17:30 hs, na rodovia MT 265, na zona rural do município de Porto Esperidião, região de Fronteira entre Brasil e Bolívia.

 Os policiais realizavam o cumprimento de ações integradas numa outra fase da operação Hórus/Vigia e patrulhavam a rodovia MT 265, quando avistaram uma caminhonete Ford F1000 de cor vermelha .

 Ao perceberem a aproximação da viatura para realizar a abordagem ocupantes lançaram um rádio de comunicação para fora do veículo. 


 Durante a abordagem a essa caminhonete os policiais também perceberam que logo atrás seguia uma Picape Fiat Strada de cor branca,e visualizaram os ocupantes também arremessaram outro rádio de comunicação, da mesma marca e modelo o rádio arremessado um pouco antes pelos ocupantes tá caminhonete F1000, que possivelmente fazia o papel de batedor.


 Foi realizada busca pessoal  nos ocupantes e também dos veículos, onde durante a busca veicular da picape Fiat Strada foi encontrado na caçamba um tambor, que continha 120 tabletes de substância análoga à pasta base de cocaína.



 Diante do flagrante, os policiais deram voz de prisão aos suspeitos e realizaram a apreensão dos veículos, que foram conduzidos com o material apreendido para a Delegacia Especial de Fronteira (DEFRON),na cidade de Cáceres, onde outras providências passaram a ser tomadas.

Comentários