Mulher esfaqueia namorado para se defender de agressões, em Mirassol d'Oeste


MULHER ESFAQUEIA NAMORADO PARA SE DEFENDER DE AGRESSÕES, EM MIRASSOL D´OESTE

 O homem foi socorrido ao Hospital encaminhado para Cáceres,  a mulher  que apresentava várias lesões procurou por ajuda no hospital, que relatou sua versão dos fatos aos Policiais.


 Na madrugada deste sábado, 01 de fevereiro, por volta das 03:20 da madrugada, Policiais Militares de Mirassol d´Oeste foram acionados por uma enfermeira, para comparecerem  ao Hospital Municipal Samuel Greve, onde um homem com ferimentos de faca havia dado entrada.

 Uma equipe de Rádio Patrulha se fez presente, onde encontrou a comunicante que informou que a vítima já havia sido atendida e encaminhada com ferimentos para o hospital Regional em Cáceres, devido a gravidade do ferimento.

 No hospital os policiais foram informados ainda que a vítima foi socorrida até o local para um outro amigo, que informou que quem teria esfaqueado a vítima seria a própria namorada do mesmo.

 Após coletarem algumas informações e o endereço, os policiais iniciaram diligências e se deslocarem até o endereço da vítima.  Durante o deslocamento acabaram recebendo outra ligação da enfermeira, relatando que uma mulher havia dado entrada no hospital, com várias lesões, sendo esta a namorada 
 que esfaqueou a vítima, que havia dado entrada anteriormente na unidade de saúde.



 Os policiais retornaram ao Hospital onde encontraram uma mulher de 23 anos, em aparente estado embriagues e com várias lesões, recebendo atendimento médico.

 Ao ser indagada sobre os fatos a mesma confirmou ter esfaqueado seu namorado,  dizendo ainda  que estava sendo agredida e para se defender acabou desferindo o golpe contra a vítima.

 A mulher ainda entregou  uma faca de mesa aos policiais, afirmando  que a mesma teria sido utilizada para ferir o namorado.


 O serviço de saúde do Hospital ainda informou aos policiais que o homem socorrido anteriormente também apresentava sinais de embriaguez.




 Diante dos fatos a mesma foi conduzida para a Delegacia de Polícia Civil,  que passou a tomar outras providências no caso.

Comentários