DESAFIO DA FRONTEIRA; Corrida do Gefron leva 1600 atletas para as ruas de Cáceres



DESAFIO DA FRONTEIRA:

CORRIDA DO GEFRON LEVA 1600 ATLETAS PARA AS RUAS DE CÁCERES


A prova deste ano abre as comemorações de aniversário de 18 anos do grupamento; crianças e adultos participaram da programação esportiva


Foto: Secom/MT

Por:Hérica Teixeira Sesp-MT

O município de Cáceres (217 km a Oeste de Cuiabá) sediou, neste final de semana (07 e 08.03), a 3ª Corrida do Gefron, “Desafio da Fronteira”. Cerca de 1.600 atletas, nas categorias adulto e infantil, participaram da competição que marcou o início das celebrações de aniversário de 18 anos de atuação do grupamento. As competições foram realizadas na região central da cidade, na Praça Barão do Rio Branco e no Centro de Eventos Municipal.

No sábado foi a vez das crianças de dois a 14 anos fazerem a corrida. Separadas por faixas etárias, os pequenos eram só alegria ao cruzar a linha de chegada. Além da prova, várias brincadeiras e doces estavam disponíveis para os atletas mirins.


Foto: Secom/MT



Já no domingo de manhã foi a vez dos adultos entrarem em ação e percorrerem 5 ou 10 km. Na categoria feminina, 10 km. A vencedora foi Sueli Pereira Silva, de 43 anos. Para ela, o diferencial da corrida foi o percurso ser plano, sem altos e baixos.

“Sou atleta há 20 anos e sempre participo de competições. Estou satisfeita com o meu resultado. Foi uma prova organizada e atendeu minhas expectativas”, revela.

Já o campeão na categoria masculina (10 km) foi Wendel Jerônimo Souza, 28 anos. Morador da cidade de Pontes e Lacerda (445 km a Oeste de Cuiabá), ele afirma que foi a primeira vez na prova do Gefron.

“Participo sempre de corridas de rua e, graças a Deus, consegui vencer. Estou feliz pelo meu resultado”, comemorou.

O coordenador do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), tenente-coronel PM Fábio Ricas, disse que a corrida já faz parte do calendário do município. Prova disso é o aumento de competidores.

“Conseguimos elevar mais que o dobro de competidores este ano e tudo isso comprova como a nossa corrida já está efetivada para o público. O objetivo dessa programação é aproximar nossos policiais da sociedade, incentivar a prática esportiva saudável e contemplar não só a população de Cáceres, mas as cidades da faixa de fronteira. Os adultos que participaram da corrida também trouxeram suas crianças para competir”, enfatiza.

Ainda segundo Ricas, a corrida é pensada nos detalhes para o conforto do corredor. “Nossa programação é fechada com bastante antecedência para garantir a segurança no trajeto, hidratação e alimentação, além de proporcionar um dia de lazer para as famílias”, frisa.

Torcida garantida

Enquanto os corredores retornavam da prova, várias pessoas ficavam próximas às barreiras de segurança para acompanhar a chegada dos competidores. Assim como fez Luiz Mário Ferreira, de 66 anos, que acompanhava atento as comemorações de cada atleta que concluía a prova.

“É a segunda corrida que acompanho. Eu já corri, mas hoje com problemas no joelho, tive que parar. A programação está bem movimentada e já quero participar no próximo ano”, explica.

Já para Seleni Aparecida Costa, de 44 anos, que estava acompanhada do filho e fazia torcida pelo marido, participante da prova, ela disse. “É a primeira vez que venho e estou gostando muito. Achei bastante organizado. Meu esposo já participou das outras edições e está nessa novamente”.

Premiação

Todos os competidores ganharam medalhas. Foram premiados os atletas adultos da prova de 10 km e geral, nas categorias femininas e masculinas, do primeiro ao quinto lugar, com valores entre R$ 2 mil e R$ 500.

Além das premiações em dinheiro, vários prêmios foram sorteados entre os participantes, entre eles, tablets e uma motocicleta.

Foto: Secom/MT



Comentários