Suspeitos de roubo a garimpo são presos com detectores de metal

SUSPEITOS DE ROUBO A GARIMPO SÃO PRESOS COM DETECTORES DE METAL


Os suspeitos estariam em uma casa no bairro Ouro Verde, tentando vender alguns dos equipamentos

Foto: PMMT

Fonte: PMMT
 Por: Greyce Lima Secom - MT

A Força Tática da Polícia Militar prendeu dois homens de 22 e 23 anos de idade com dois aparelhos detectores de metal, fones de ouvido e baterias, na tarde de quinta – feira (11.03), no bairro Ouro Verde, em Várzea Grande. A dupla teria roubado os equipamentos de um garimpo, horas antes da prisão, no Distrito de Figueral, em Nossa Senhora do Livramento (a 42 km de Cuiabá).

Os policiais receberam informações de que os autores do roubo ao garimpo estariam em uma casa no bairro Ouro Verde, na tentativa de vender alguns dos equipamentos das vítimas do roubo.

Durante a checagem da denúncia, a PM identificou os dois homens e deu início ao procedimento de abordagem pessoal, os suspeitos tentaram fugir, mas foram capturados logo em seguida e detidos pelos militares. Durante a tentativa da fuga, um dos suspeitos tentou se esconder dentro de sua residência, mas foi preso e disse que seu comparsa, que já estava detido em outra residência, havia guardado os equipamentos em sua casa para vender posteriormente.

Na verificação do imóvel, os policiais apreenderam, além do equipamento já citado, um revólver calibre 32 e apreendeu a motocicleta modelo Titan, utilizada na fuga. Os suspeitos foram presos e reconhecidos pelas vítimas que haviam sido rendidas no roubo ao garimpo.

Segundo os garimpeiros, dois homens chegaram ao garimpo por volta das 6h, em uma moto, quando renderam as vítimas que estavam em um carro chegando para trabalhar no local. O grupo de garimpeiros havia sido rendido e amarrado com cordas em árvores e tiveram seus pertences como carteiras, celulares e os equipamentos roubados pelos suspeitos. O carro também havia sido roubado na ação, mas foi encontrado horas depois, em um bairro da região.

A dupla foi conduzida à delegacia de flagrantes de Várzea Grande por crimes de roubo, sequestro e cárcere privado, posse ilegal de arma de fogo e resistência à prisão.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Comentários