Chacina em Barra do Bugres: assassino invade casa, mata três trabalhadores e deixa outro gravemente ferido



 CHACINA EM BARRA DO BUGRES; ASSASSINO INVADE CASA, MATA TRÊS TRABALHADORES E DEIXA OUTRO GRAVEMENTE FERIDO

  A quinta vítima conseguiu escapar da morte, após ver os companheiros serem assassinados e conseguir empurrar o assassino e sair da casa correndo.





 O fato chegou ao conhecimento da polícia por volta das 4:35 da madrugada desta sexta-feira dia 17, após relatos de solicitantes que informavam via 190 de disparos ocorridos em uma residência, na Avenida Ayrton Senna, no bairro Maracanã, na cidade de Barra do Bugres, distante a cerca de 175 quilômetros da capital Cuiabá.


Imediatamente uma da equipe de Rádio Patrulha se deslocou para o local e ao chegar em frente à residência se deparou com uma das vítimas que estava gravemente ferida pedindo por socorro.


 Dentro da residência ainda haviam outras três jovens que foram alvejados, sendo que dois deles já não apresentavam sinais vitais e um terceiro suplicava por socorro aos policiais.


 imediatamente os policiais entraram em contato com serviço de atendimento médico de urgência (Samu) informando do fato e da necessidade do Socorro de urgência na referida residência.


 Quando os socorristas chegaram no local para prestar atendimento constatou as três vítimas dentro da residência já haviam ido a óbito, inclusive aquele jovem que gritava por socorro,  em seus últimos instantes de vida.

 O jovem que estava na calçada foi socorrido ao hospital da cidade, onde ficou sob cuidados médicos, sendo que seu estado não foi repassado

 Escapou da morte, após ver o companheiro de quarto ser assassinado, empurrou o assassino escapando dos tiros e correu para salvar sua vida.



  Durante os atendimentos também chegou ao local um outro jovem, que relatou aos policiais que morava na residência em companhia das outras quatro vítimas. 

informou ainda que o local era utilizado no como alojamento de uma empresa prestadora de serviço da usina Barra-alcool.




 A testemunha ainda informou aos policiais que dividiu quarto com uma das vítimas que foi morta e o companheiro ao ouvir disparos de tiros dentro da casa abriu a porta para ver o que estava ocorrendo e foi atingido por diversos tiros.




 A testemunha disse que conseguiu escapar da morte mesmo com criminoso atirando em sua direção, conseguindo empurrar o assassino e empreendeu fuga correndo de dentro da casa fugindo para os fundos da casa onde subiu em uma árvore e permaneceu escondido ali.


 Testemunho ainda revela que na sequência o suspeito fugiu do local, tomando rumo ignorado.


 A Polícia Militar prontamente isolou o local informando a Polícia Civil,  que solicitou a presença da Politec para realizar os procedimentos padrões nesses casos de crimes.


 A Polícia Militar informa que os que sobreviveram têm idades de 20 e o outro de 22 anos


 As vítimas que  foram assassinadas não tiveram suas identidades reveladas até o momento.

Comentários