Mulher é estuprada pelo vizinho em Barra do Garças, após término de confraternização em casa.


 MULHER É ESTUPRADA POR VIZINHO EM BARRA DO GARÇAS, APÓS TÉRMINO DE CONFRATERNIZAÇÃO EM CASA



A vítima já havia desligado o som e estava fechando  a porta, quando o suspeito retornou e forço a entrada e praticou crime.


Imagem / ilustração WEB/ ed F.A.


A Polícia Militar de Barra do Garças, distante a 500 KM a Leste de Cuiabá, foi solicitada por volta das 3:30 da madrugada deste domingo dia 17, para atender uma ocorrência na qual uma mulher havia sido estuprada em sua própria residência pelo vizinho.


 Segundo informações da vítima,  a mesma mora sua sobrinha havia se realizado uma pequena confraternização em sua residência, onde  e estiveram seu primo e um vizinho.

 Segundo relato da vítima, em determinado momento a mesma desligou o som e todos foram dormir.

 Porém quando a mesma estava fechando a porta foi surpreendida pelo suspeito que retornou ao local e utilizando-se de força física e a dominou.


 O suspeito lhe dizia que sempre teve tesão por ela desde que ela era criança e passou a tirar a sua roupa.

A vítima informou que ainda tentou impedir e pediu para que o mesmo parasse com o ato.


 como viu que o suspeito não parou a mesma Quando a mesma tentou gritar por socorro, mas o suspeito lhe mordeu os lábios, impedindo-a de gritar, causando inclusive hematomas em sua boca.

  Segundo o relato da vítima a Polícia o suspeito mesmo assim conseguiu praticar a conjunção carnal e não utilizou preservativo.


 A vítima conseguiu gritar pela sobrinha que ouviu e foi ao local onde o suspeito imediatamente empreendeu fuga.

 Após alguns minutos o suspeito ainda retornou para frente da residência e passou a intimidar a vítima e sua sobrinha,  perguntando se não iam chamar a polícia.


  No momento em que o suspeito encontrava ser em frente à residência a viatura da PM, que já havia sido acionada pela vítima, chegou ao local e neste momento o suspeito empreendeu fuga, pulando muto e correu para uma região de mato.


 O mesmo não foi localizado, porém a vítima informou que se trata de um velho conhecido que mora ao lado de sua residência e que já esteve preso em Cuiabá, que inclusive faz uso de tornozeleira eletrônica.


 A vítima e sua sobrinha foram encaminhadas a Central de flagrantes para registro do boletim de ocorrência e para que outras providências também fossem tomadas.


 Os policiais realizaram várias diligências porém  não consegui não lograram êxito em localizar o criminoso. 

 O caso segue sendo apurado pela DP de Barra do Garças.

Comentários