Polícia Civil prende um dos criminosos que mataram cruelmente integrante de facção rival, arrancando seu coração, no interior de MT




 Os criminosos gravaram vídeos,  onde a vítima estava aparentemente morta e um dos criminosos retirava seu coração com uma faca, obedecendo orientação de outro que estava filmando.


Fotos: Ilustrativas WEB/ ed F.A.


 O crime ocorreu durante a madrugada de sábado dia 9 no município de Rosário Oeste distante a cerca de 110 km a oeste de Cuiabá

Por volta de 08:30, as  Polícia Militar foi acionada para averiguar uma ocorrência de encontro de um cadáver, no perímetro urbano da cidade, próximo ao lixão.

 Os Policiais militares se deslocaram ao local sendo confirmado que a vítima se trata de um homem aparentemente de 30 anos, que apresentava uma grande perfuração em seu tórax, e marcas de perfurações causadas por facas.

Os trabalhos periciais fora realizados e a vítima posteriormente foi identificada pela polícia civil como sendo Thaison Silva de Moraes, de 26 nos.



 A polícia também recebeu dois vídeos que circulam nas redes sociais, que mostra uma vítima sendo torturada por homens se  dizem integrantes do Comando Vermelho e se referindo que o crime estaria sendo praticado pelo fato da vítima pertencer a outra facção criminosa, conhecida como PCC.


 Durante o primeiro vídeo um dos criminosos diz a vítima que iriam retirar o coração de Thaison, com ele ainda vivo para ver seu coração sendo retirado.

O segundo vídeo um suspeito que grava o outro comparsa abrindo o corpo da vítima com uma faca,  mandando que ele retire o coração da vítima.

 As imagens são fortes e não serão postadas nesta reportagem.



 Ações policiais da equipe da DP de Rosário Oeste pelo delegado Henrique Trevisan combinaram na prisão de um dos suspeitos.

 O mesmo tem 28 anos , e durante sua prisão ainda foram encontradas com ele uma balança de precisão, uma porção de maconha e algumas anotações , que estão sendo averiguadas.



 A polícia Civil ainda trabalha na tentativa de identificar os outros dois criminosos, que também participaram do crime brutal, ocorrido,  a  princípio  motivada pela rivalidade entre facções criminosas, conforme citado no vídeo, fato este a ser apurado durante as investigações.


 Caso você possa fornecer alguma informação que leve a identificação e prisão dos suspeitos que participaram neste brutal assassinato, ligue através do telefone 197, ou ainda  (65) 3356 – 1394, para Delegacia de Polícia Civil de Rosário Oeste, 

Comentários