Suspeito mata ex companheira a facadas, por não aceitar fim de relacionamento, no interior de MT



SUSPEITO MATA EX COMPANHEIRA A FACADAS, POR NÃO ACEITAR O FIM DO RELACIONAMENTO NO INTERIOR DE MT

 A vítima deixou dois filhos pequenos, após este ato covarde do ex companheiro, que chegou de moto e lhe deu várias facadas na frente da irmã.


 A vítima e o Suspeito
Foto: reprodução Web


 Na noite deste sábado, 16, a polícia registrou  mais um crime violento praticado contra uma mulher, onde de forma covarde um homem, tirou a vida de sua ex-companheira de 30 anos, que não teve a mínima chance de defesa.


 O fato ocorreu na cidade de Barra do Bugres, distante a cerca de 165 km ao norte da capital Cuiabá, quando Vanessa dos Santos de 30 anos foi esfaqueada pelo ex-companheiro, identificado como  Sidney Oliveira Batista.


 A vítima que era funcionária da usina Barralcool deixa dois filhos menores de idade, sendo um de 13 anos e outro de apenas três anos de idade.

A princípio a motivação do crime, segundo as primeiras informações colhidas, seria o fato do suspeito não concordar com fim do relacionamento do casal.

Segundo as informações repassadas pela Polícia Militar, a irmã da vítima que estava com a  mesma e testemunhou o crime,  relatando que o suspeito chegou ao local de moto e já foi desferindo golpes de faca  em Vanessa.


Quando a Guarnição da PM chegou ao local Vanessa já havia ido a óbito e apresentava perfurações no tórax, nos braços e uma perfuração bem grande no pescoço.

Segundo informações colhidas pela PM o suspeito estaria morando na casa de sua mãe, que fica próximo ao local onde matou sua ex companheira.

Os policiais realizaram diligências porém o mesmo não foi localizado na casa de sua genitora, as equipes ainda realizaram outras diligências porém até a tarde deste domingo não havia informações da prisão do mesmo, que trabalha de motorista em uma fazenda da região.

As equipes ainda se encontram realizando buscas pelo suspeito e qualquer informações sobre a localização do mesmo poderá ser repassada via 190 ou 197.

 O caso segue sendo apurado pela Delegacia de Polícia Civil da cidade de Barra do Bugres.

Comentários