Mula sai de Cáceres transportando drogas e acaba presa dentro de ônibus com 5kg, em Goiânia


  
MULA SAI DE CÁCERES TRANSPORTANDO DROGAS E ACABA PRESA DENTRO DE ÔNIBUS COM 5 KG EM GOIÂNIA


 Ação integrada entre Forças de Segurança da região de Fronteira com policiais de Goiânia resultou na prisão de mulher de 26 anos.

Foto: reprodução


 Nessa sexta-feira dia 26, a ação integrada entre as Forças de Segurança resultou na prisão de mais uma pessoa que estava serviço do tráfico de drogas, realizando o transporte de mais um carregamento da região de Fronteira para os grandes centros.


 Dessa vez uma mulher de 26 anos que pegou 5 kg de drogas em Cáceres acabou o preso dentro de um ônibus ao chegar na cidade de Goiânia, capital de Goiás.


 A prisão ocorreu justamente no dia em que se comemora o dia internacional de combate às droga, dia este  instituído em 1997 pela Organização  das Nações Unidas (ONU).


 A prisão ocorreu coma troca de informação realizada pelas forças de segurança da Fronteira com as autoridades de Goiânia,  que abordou o ônibus que suspeita viajava, em seu destino final, Goiânia-GO.

Durante a abordagem foi constatado que a mesma transportava uma espécie de cinturão preso ao corpo com fita adesiva, onde estava acondicionado 5 kg de substância na área da pasta base de cocaína;


 Ainda Durante a entrevista a suspeita relatou aos policiais que havia pego a droga na cidade de Cáceres, Mato Grosso fronteira com Bolívia e que estava levando para Goiânia.


 A mulher que fazia o transporte da droga, fazendo o trabalho conhecido como de "mula humana", relatou que receberia valores R$ 5000 pelo transporte do entorpecente;

A previsão desta mulher faz parte dos frutos colhidos pelas Forças de Seguranças que atuam integradas e fazem parte de um contexto bem maior, onde as Instituições de segurança trocam informações como objetivo de agir de forma preventiva e também repressiva, pois o trabalho não para e dessa forma inúmeras as ações são desenvolvidas no decorrer do ano, inclusive com a participação dentro da operação Hórus do programa Vigia desenvolvido pelo Ministério da Justiça.




Participaram dos trabalhos que levaram a prisão da suspeita,  equipes da Delegacia Especial de Fronteira – DEFRON, o 6º CR da Polícia Militar, através da Agência Regional de Inteligência – ARI PM, Polícia Rodoviária Federal e 42º BPM “TÁTICO”, ambos do Estado de Goiás


 Essas ações de troca de informações entre  as forças de segurança tem sido responsável por inúmeros apreensões de entorpecentes. sejam elas carregamentos pequenos ou em grande  escala

Comentários