Polícia localiza carreta roubada na BR-070 município de Cáceres




POLÍCIA LOCALIZA CARRETA ROUBADA NA BR-070, NO MUNICÍPIO DE CÁCERES

 A carreta foi roubada na noite passada, sendo a carga de óleo de soja foi subtraída pelos bandidos e o motorista Libertado no município de Curvelândia
Foto: 6º CRPM



Por volta das 07:30 da manhã desta terça-feira, 16, uma equipe de Rádio Patrulha do 6º Batalhão de Polícia Militar de Cáceres, recebeu a informação através do Ciosp, para se deslocar na BR 0 70, distante a uns 45 km sentido Cuiabá, onde possivelmente estaria uma carreta Iveco de cor vermelha, produto de roubo na noite passada.


O roubo próximo ao distrito Nova Cáceres, conhecido como também Vila Sadia.


 Chegando ao local os policiais de rádio patrulha encontraram uma equipe da Agência Regional de Inteligência  (ARI), do 6º BPM e também equipe da PRF, que estavam ao lado da carreta.

O veículo estava estacionado no pátio do antigo posto São Lucas, abandonado e sem a carga de 1512 caixas de óleo marma Soya, que transportava quando foi roubada na noite anterior.



 As equipes do Gefron, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e da ARI da PM, realizaram diligências  nas proximidades eu também o Distrito de Nova Cáceres, em busca dos criminosos, porém não tiveram nenhuma informação.





 Motorista foi solto no município de Curvelândia e procurou o Núcleo de Polícia Militar hoje pela manhã, comunicando o roubo sofrido.





Segundo informações do mesmo, noite desta segunda-feira, 15, por volta das 22 horas,  foi rendido por criminosos armados que roubaram a carreta que o mesmo dirigia com carga de óleo de soja.



 Motorista ainda informou aos policiais que foi sequestrado e por volta das 3 horas da manhã foi solto pelos criminosos na rodovia MT 170, que fica próximo ao Distrito de Santa Rita, no município de Curvelândia, para onde conseguiu seguir a pé e comunicar o fato.
Imagem : Reprodução/ vídeo PMMT




 A carreta foi guinchada para a cidade de Cáceres e foi entregue na delegacia de polícia Civil, que passa a cuidar do caso e  investigar o paradeiro das 1515 caixas de óleo, subtraídas  da mesma.

Comentários