Presidente da Fapemat, Adriano Silva, morre em Cuiabá; suspeita é de Covid-19



Presidente da Fapemat, Adriano Silva, morre em Cuiabá; suspeita é de Covid-19





Adriano Silva era presidente da Fapemat e ex-reitor da Unemat; faleceu na UTI do Hospital Femina, em Cuiabá, após ser trazido de Cáceres em UTI aérea 

 Fonte: RD NEWS


Morreu, no início desta noite (03), Adriano Silva, 50 anos, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat), suplente de deputado federal pelo DEM e ex-reitor da Unemat. Adriano chegou a ser transferido de Cáceres, onde estava internado desde segunda (01), por uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Aérea, para a UTI do Hospital e Maternidade Femina, na Capital, mas não resistiu e faleceu.

Segundo informações de familiares, ele estava com 60% dos pulmões comprometidos e teve duas paradas cardíacas durante a transferência para a Capital.

Adriano apresentou sintomas de coronavírus (Covid-19) no último domingo (31) e passou por exames, na segunda (01). Ainda não há divulgação do resultado.

Por indicação médica, o presidente da Fapemat foi internado no Hospital São Luiz, em Cáceres, pois o quadro de saúde inspirava cuidados.

Conforme nota da assessoria da Fapemat, na terça (2), os médicos detectaram comprometimento dos pulmões e por isso, Adriano precisou ser entubado, porém sofreu parada cardíaca durante o procedimento.

Na tarde de hoje, os médicos aguardavam o paciente apresentar melhora para transferi-lo em UTI aérea para Cuiabá. O Hospital Femina, que já estava preparado para recebê-lo.

A esposa e os filhos do casal também passaram por exame e estão em isolamento social. O resultado do teste de coronavírus ficará pronto na próxima sexta (05).

O ex-vice-reitor da Unemat, Dionei Silva, recebeu a notícia de um dos sobrinhos de Adriano e lamentou a perda do amigo. "Chegou informação do sobrinho do professor Adriano de que ele, infelizmente, não suportou e acabou falecendo agora há pouco. Vamos continuar nas orações pela família e por ele também. Uma notícia muito triste".

Defesa pela educação



Na legistura anterior (2014-2018), Adriano chegou a assumir cadeira de deputado estadual e se destacou na defesa da Unemat e do ensino público em geral. Neste ano, estava se preparando para disputar a Prefeitura de Cáceres e aparecia sempre bem colocado nas pesquisas de intenção de voto.

Comentários