Assaltante rouba mil Reais de lanchonete em Mirassol d'Oeste


ASSALTANTE ROUBA 4 MIL REAIS DE LANCHONETE EM MIRASSSOL D´OESTE

 Suspeito se aproximou no balcão mostrou uma arma na cintura Obrigado a funcionária a lhe  entregar todo o dinheiro.

Imagem: PMMT ( reprodução de imagem do circuito de segurança)


 Um assalto em Mirassol d'Oeste mobilizou a Polícia Militar na noite desta terça feira, mas infelizmente as equipes não lograram êxito em Localizar  o criminoso, que roubou cerca de R$ 4.000,00 em uma lanchonete localizada na Praça da Matriz.



 Já era quase 22 horas da noite desta terça-feira, 22,  quando policiais militares foram acionados via 190 para  se deslocarem a lanchonete Subway, onde havia ocorrido um assalto.



 No local os policiais foram informados que um criminoso adentrou ao estabelecimento, se aproximou do balcão, onde mostrou uma arma de fogo, que estava em sua cintura, fazendo com que a funcionária lhe entregasse todo o dinheiro do caixa, inclusive alguns envelopes de depósitos que estavam guardados no balcão.



 Na lanchonete também se encontravam dois clientes que foram trancados no banheiro e seus aparelhos celulares foram tomados e deixados pelo criminoso no piso da lanchonete, antes do mesmo se evadir do local.




 A imagem das câmeras de segurança mostram o criminoso se aproximando do balcão e quando a  funcionária chegou para ele atender foi Surpreendida pelo criminoso que anunciou o roubo, mostrando uma arma de fogo que estava em sua cintura, sob a camisa.


Imagem: PMMT ( reprodução de imagem do circuito de segurança)

 Segundo informações apuradas no local pela Polícia, foram levados cerca de R$ 4000,00, que Inclusive grande parte era a movimentação do dinheiro da semana, que estava pronta para ser depositada.


 A Polícia Militar realizou diligências, porém não localizou o suspeito que possivelmente tenha contado com o apoio de algum outro comparsa para dar fuga do local, de onde saiu tranquilamente a pé.

Imagem: PMMT ( reprodução de imagem do circuito de segurança)


 O fato foi registrado na Delegacia de Polícia Civil que passou a investigar o caso.

Comentários