GAP e agência local de inteligência fecha mais uma boca de fumo em M. d'Oeste



 GAP E AGÊNCIA LOCAL DE INTELIGÊNCIA FECHA MAIS UMA BOCA DE FUMO EM M. D´OESTE

 Um casal morador da casa e um usuário que comprou drogas no local foram presos e conduzidos para a DP


 Foto PMMT

 Os trabalhos começaram a partir de denúncias anônimas, onde moradores relataram a respeito de uma boca de fumo que existia na Rua 28 de outubro, no bairro Jardim São Paulo.


As equipes de inteligência passaram a realizar um trabalho de investigação, onde constataram a veracidade de que uma residência localizada no referido endereço denunciado era realmente um ponto de comercialização de entorpecentes.


Baseado nestas informações o GAP foi acionado e passou a realizar diligências no local, onde por volta das 20:20hs desta terça feira,  dia 1º de setembro, durante o patrulhamento foi avistado um indivíduo  em fundada suspeita.

 O mesmo saía da referida residência denunciada, com aparência de usuário e seguiu em direção ao centro da cidade, quando foi acompanhado e ao ver que seria abordado saiu em disparada para uma determinada residência na mesma rua, sendo que duas quadras distante foi detido e revistado.


O mesmo reagiu a prisão sendo necessário o uso de  força física moderada para lhe conter e poder algema-lo.

Durante a busca pessoal foi localizado no boné do mesmo uma porção de substância análoga à pasta base, que o mesmo revelou que havia adquirido na residência  já investigada pelos policiais.

 Durante a entrevista o suspeito ainda informou que ao chegar ao local para comprar entorpecente o suspeito vai até as proximidades de uma cerca de balaustre no quintal da casa, onde pega o entorpecente a ser repassado aos usuários.

Em continuidade aos trabalhos os policiais retornaram próximo a casa denunciada, onde outro indivíduo  foi avistado saindo do local, sendo este também possui aspecto de usuário de drogas.


 Ao perceber a presença da viatura policial mesmo correu para dentro do quintal da residência, posteriormente fugiu pulando o muro dos fundos, tomando rumo ignorado.


Durante a fuga este indivíduo deixou cair um objeto que posteriormente foi recolhido e constatado ser uma porção de substância análoga à maconha, que certamente poderia ter comprado no mesmo local.


 Durante as buscas realizadas no local os policiais encontraram 9 porções de maconha, que estavam escondidas no quintal da casa, conforme indicação do usuário detido anteriormente.


Dentro da residência os policiais localizaram uma porção considerável de pasta base de cocaína, além de um pedaço significativo de maconha, que certamente poderia ser cortado em pequenos pedaços e embalados em pequenas porções para ser vendidas aos usuários.


 Também foram apreendidos R$ 299,00 em dinheiro trocados, característico de dinheiro recebido em vendas de pequenas porções de entorpecentes.  

Durante o trabalho dos policiais o suspeito que estava dentro da residência, juntamente com a companheira, passou desobedecer ordens dos policiais, dizendo que não seria preso, sendo necessário a utilização de força moderada para realizar sua contenção e prisão.

Ainda durante o desenrolar da ocorrência o proprietário da residência passou a ameaçar usuário que foi abordado anteriormente e revelou inclusive onde possivelmente estaria escondido entorpecente.

Foram presos uma suspeita de 34 anos, um suspeito de 37 e o outro suspeito de 43 anos.



 Também foram apreendidos e encaminhados vários produtos a mente de origem elicitar furtados ou Roubados
Material Apreendido:


- TV de 32 polegadas.
- Teclado CASSIO.
- Lixadeira.
-Esmeril amarelo.
-Maquita Dewalt
-Maquina de Solda TEKNA.
-Modulo de Som 1600w
- Furadeira bosch.
-Tv Samsung 32 ".
-Celular de marca Samsung.
-Celular de marca Multilaser.
- 10 porções pequenas de substancia análoga a maconha.
-1 porção considerável de substancia análoga a maconha.
- 2 porções de substancia análoga a pasta base de Cocaína.

- 299,00 Reais em espécie.  


A mulher que estava dentro da casa fazia a utilização de tornozeleira eletrônica do Sistema Prisional, sendo que todos receberam voz de prisão e foram conduzidos com os materiais para a Delegacia de Polícia Civil, que passou a apurar o caso.




Comentários