Homem é assassinado a tiros em Porto Esperidião

HOMEM É ASSASSINADO A TIROS EM PORTO ESPERIDIÃO

A vítima  de levou 4 tiros, em um bar em frente ao PSF, foi socorrido mas não resistiu e foi a óbito.


Foto maior ilustrativa/ Foto menor: Facebook ed F.A.
 O crime ocorreu por volta das 21 hs desta sexta-feira, dia 4 de setembro, em uma lanchonete que fica na Avenida 13 de Maio, em frente ao Pronto Atendimento Familiar, de Porto Esperidião, cidade distante a 320 KM a Oeste ds Capital Cuiabá.


A polícia Militar foi acionada pelo 190, onde foi relatado de um tiroteio que estava ocorrendo em frente ao PSF da Cidade, e que um homem baleado foi socorrido para aquela Unidade de saúde.

 Prontamente uma equipe de RP se deslocou ao local, onde foi informado pela equipe de Saúde que realmente houve o registro de entrada de um homem, identificado como Geraldo Ferreira Prado, de 29 anos.

segundo a equipe de saúde, ao tomarem conhecimento dos disparos ocorrido e de uma vítima ferida no local,  socorreram rapidamente a vítima, porém o mesmo não resistiu aos ferimentos e foi a óbito logo em seguida.

 Os Policiais acionaram a Polícia Civil , que também se fez presente, sendo que as primeiras informações colhidas no local era que um casal estava no referido bar e lanchonete,  inclusive a mulher estava utilizando moletas.   

Segundo as informações colhidas na lanchonete, a vítima teria chegado e disse " Cade os Bugres bravos daqui de Porto Esperidião" e em seguida foi alvejado pelo homem que estava com a mulher, quena sequencia o autor dos tiros saiu do local de moto, levando sua companheira
Foto: Facebook
Os policiais diligenciaram até a residência da mulher, onde localizaram a mesma, que confirmou a versão colhida no local pelos Militares, e relatou que estava com seu convivente, de alcunha Tony, de 24 anos, na lanchonete,em frente ao PSF, quando a vítima chegou ao local.




 Ainda segundo a mesma , a vítima realmente teria dito a frase " Cadê os Bugres bravos aqui de Porto Esperidião", onde seu companheiro se virou para a vítima perguntando se era com ele. Na sequência teria havido uma breve discussão, onde seu namorado sacou uma pistola e desferiu vários tiros contra a vítima, que foi alvejada por 4 disparos.


Na sequência o mesmo saiu com a testemunha e a deixou em sua casa, antes de tomar rumo ignorado.


O fato segue sendo investigado pela Polícia Civil de Porto Esperidião, que passou a toma outras providências.

Comentários